Esporão de calcâneo

Esporão de calcâneo

O esporão de calcâneo é caracterizado por uma protuberância óssea na base do osso calcâneo (na sola do pé) ou ainda na região posterior do calcâneo, bem próximo à inserção do tendão de Aquiles.

Essa inflamação crônica da parte inferior do calcanhar afeta, não apenas, o osso calcâneo, mas também os tendões. E, caso a inflamação se estenda por um tempo prolongado, pode acabar levando à calcificação dos tecidos ao redor do osso do calcanhar, esse fenômeno é o que leva à formação dos esporões. O nome popular da doença, “esporão de galo”, associa-se, justamente, a essa calcificação semelhante à espora do galo.

Situações variáveis que causem um estresse crônico à região do calcanhar podem provocar o surgimento de um esporão. Pessoas com a curvatura dos pés acentuada, que sofrem com o sobrepeso ou que trabalham em pé durante muito tempo têm forte tendência a apresentar o problema.

Outros fatores de risco para o surgimento do esporão de calcâneo são:
– Usar, excessivamente, salto alto ou calçados que sejam pouco apropriados para os pés. É o caso de sapatos muito apertados ou velhos;
– Praticar esportes com forte impacto nos pés. Dança e corrida, por exemplo;
– Alterar a marcha, como pisar com o pé torto.

Dificilmente o esporão causa um sinal aparente, como vermelhidão ou inflamação. O que caracteriza, de fato, o problema é a dor. Geralmente, a dor é pulsante na zona plantar do calcanhar. Mas atenção: nem toda dor nessa região é esporão e há casos em que o problema é assintomático.

dr-willians.jpg
Formado pela Faculdade de Medicina de Valença (2005). Residência médica em Ortopedia e Traumatologia no Hospital Municipal Dr. Fernando Mauro Pires da Rocha na cidade de São Paulo - SP (2009 - 2012). Membro Titular da Sociedade Brasileira de Ortopedia e Traumatologia (2012). Especialização em Cirurgia do Joelho no Hospital Regional Dr. Vivaldo Martins Simões em Osasco - SP (2013 - 2014).